Métrica – Apreender

Felipe Correia

"As métricas são muito importantes porque influenciam no sucesso ou no fracasso do projeto".

Uma famosa frase do mundo dos negócios diz: “o que não pode ser medido não pode ser controlado e, consequentemente, não pode ser melhorado”. Por isso, é fundamental definir como as ações da empresa serão medidas e avaliadas.

“As métricas são muito importantes porque influenciam no sucesso ou no fracasso do projeto. Elas são as placas que estão no meio da nossa jornada que mostram se estamos ou não no caminho certo”, conta Felipe Correia, da eduqa.me. Para cada métrica que cria, Correia costuma perguntar: “como essa métrica vai levar meu projeto para o próximo passo?”.

Mais importante que as métricas de negócio, é preciso garantir melhores resultados de aprendizagem a partir do uso de seus produtos e serviços. No artigo The case of the missing metrics for education startups, Krista Jones, líder do cluster de Edtechs do MaRS Discovery District, de Toronto no Canadá, explica bem esse ponto de atenção:

“Níveis de engajamento, feedbacks de usuários e debates são importantes indicadores. No entanto, o que está faltando nesse cenário são métricas que garantam indicadores do processo de aprendizado. Uma startup que trabalha bem com o engajamento do usuário e melhora os resultados da aprendizagem será uma empresa de enorme potencial econômico e de transformação educacional. O que está faltando no kit de ferramentas de startups de educação é um modelo ‘enxuto’ para medir os resultados da aprendizagem de soluções educacionais inovadoras”. Ou seja, uma ferramenta viável que demonstre a eficácia dessas soluções, que seja compreendida e amplamente difundida.